spot_img
0,00 BRL

Nenhum produto no carrinho.

InícioFabienne GuttinNADADORES E AS ÁGUAS PASSADAS

NADADORES E AS ÁGUAS PASSADAS

Dentre os inúmeros benefícios da natação na vida dos esportistas masters, talvez o melhor deles seja a projeção do futuro que ela propicia.

O nadador master é um ser de bem consigo mesmo e assumidamente se aceita tal qual é.

Ele não tem problemas em colocar um maiô ou uma sunga e deixar à mostra a barriguinha proeminente, as eventuais celulites, as varizes, a pele ressecada, o corpo já não mais tão rijo e enxuto que já foi um dia. O cabelo sempre desregrado. A touca com os óculos que não satisfazem as exigências estéticas das revistas de beleza.

Ele está somente preocupado em nadar. E, de preferência, bem. Fazer melhor do que a última vez.

E aí, surge o futuro. Novas provas, novas competições, novas viagens, novos amigos… e novos resultados!

O passado, literalmente, fica para trás. Os tempos que foram, já eram. As águas remadas com seus braços encontrarão outros que vêm atras. As pernadas propulsionam o corpo e a cabeça.

As competições nos colocam na prova da vida. Há novos sonhos. Novos objetivos. Outros horizontes. Outro sol surgirá. E outras piscinas também.

Haverá outras histórias. Inovadas, criadas e recriadas. Haverá outras medalhas e outras recordações. Que ficarão, não no passado, mas sempre no presente como o musculo que voce trabalha todos os dias e permanece útil e ativo.

Essas recordações são a ferramenta para acesso a novas ocasiões.

O nadador master não perde a oportunidade de embarcar em novas aventuras. Nunca deixará o barco partir sem estar dentro dele.

E o por do sol que ele apreciar será somente essas boas recordações.

E, o nascer do sol trará mais dias de construção, de criatividade, de curiosidade, de renovação e de esperanças.

O passado serve so como revisão para acertar o que pode ser feito melhor.

O nadador master não vive no passado. Nem do passado.

Ele não tem nostalgias. Nem arrependimentos. Tudo sempre foi como deveria ter sido. E se não foi… também já era – águas passadas. “Águas” (bola) para a frente!

O futuro estará sempre ali. À sua frente. Ele dará milhões de braçadas e pernadas para chegar àquilo que sempre o acolherá com abraços e bem-estar.

A promessa de que viverá sempre uma nova etapa em águas que não serão turbulentas.

Essas mesmas novas águas que o nadador cortará, serão as mesmas que aquecerão seus sonhos.

De amanhã. E de sempre. As águas de ontem, já ficaram para trás.

Fabienne Guttin

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMOS POSTS

Dia do Esportista

00:01:00

Dia Mundial do Idoso